Pedras no Caminho

Adoração da Bíblia

Armadilhas do Sistema

Assembleísmo

Erros a Serem Evitados

Exclusivismo

Localismo

Ministerialismo

Restauracionismo

Libertação do Sistema

Comments (2)

  • Alexander

    |

    RESPOSTA AOS QUE PROPOEM SAIR DO SISTEMA

    Mesmo que internamente haja protocolos rigorosos, a expressão da vida é algo muito flexível e espontânea. Quando falo em protocolo rigoroso, penso, por exemplo, no poder da ordem e na conseqüência da obediência desta, onde as subdivisões frenéticas iniciadas com apenas duas células culminam em um homem biologicamente completo. Quantas etapas passíveis de falha e, no fim, temos um ser completo.
    Tanto pela ciência quanto pela Bíblia, nós sabemos que é perfeitamente possível duas pessoas discordarem de um mesmo assunto e ambos estarem certos (Rm 14:6). Se a vida natural é tão flexível, o que pensar da vida de Deus? Quero dizer que a vida de Deus é sem estresse, espontânea e suave. Paralelamente esta vida também é incorruptível e atende todo o desejo do Pai sem titubear.
    Um grupo de irmãos pode receber uma visão de determinada verdade e de forma voluntária ou por pressão acabam saindo de uma assembléia, mas não significa que têm a totalidade e, mesmo que sintam paz e prosperem até um determinado ponto, não possuem a totalidade e correm riscos de se orgulharem. Insisto que não é meu julgamento a vosso respeito, apenas uma linha de pensamento.
    Lembra quando Moisés diz para o Senhor “Como, pois, se saberá agora que tenho achado graça aos teus olhos, eu e o teu povo? Acaso não é por andares tu conosco, de modo a sermos separados, eu e o teu povo, de todos os povos que há sobre a face da terra;”. Ao que disse o Senhor a Moisés: Farei também isto que tens dito; porquanto achaste graça aos meus olhos, e te conheço pelo teu nome”. Percebem a resposta? Farei também isto! O Senhor acrescentou algo que Moisés apenas sugeriu de conteúdo pleno, mas na base do Senhor há outros itens que Ele nem traz à tona.
    Lembra antes da queda de Jericó, quando Josué Pergunta a um homem com uma espada na mão: “… És tu por nós, ou pelos nossos adversários? Ao que o homem lhe responde: Não; mas venho agora como príncipe do exército do Senhor.”.
    Penso nestes exemplos que Aquele que está no governo é quem vai fluir a vida na direção que bem lhe parecer.

    Como posso ser categórico em afirmar que estamos na época de Laodicéia se Tiatira, Sardes e Filadélfia são contemporâneos?
    Todas estas igrejas estão enquadradas não em uma estrutura ou palavra chave ou ainda expressão externa, mas num comportamento detectado por Aquele que sonda os corações e os rins. Não há o chamamento aos vencedores em todas estas igrejas e o problema a ser vencido é muito específico para cada uma delas? O que quero dizer é que os louvores de Filadélfia não eram os itens das falhas específicas das outras e vejo que é possível vencer mesmo estando em Laodiéia, a qual nos parece estar na condição mais dramática onde se quer o Senhor está do lado de dentro.
    Já que enquadrar-se em Filadélfia é um comportamento, não posso tê-lo onde quer que esteja locado? Se o local encontra-se debaixo de muitas falhas não terei um exercício mais intenso no amor?
    Se o problema é individual, o protocolo de Mateus capítulo 18 atenderá. Já se o problema é generalizado, qual seria a responsabilidade do “anjo” da igreja?
    Queridos, estas perguntas também são para mim mesmo, em função da consciência das tensões que esta condição produz e foi debaixo de um verdadeiro terror que Lutero para si apossou-se da salvação. Posteriormente ele levou esta verdade para o Clero, mas não havia qualquer indício de querer sair. Certamente ele foi expulso, mais precisamente, fugiu para não morrer. No entanto, ele não gerou Filadélfia. Ele pode ter se comportado como Filadélfia assim como Policarpo, João Huss e outros irmãos mais contemporâneos nossos. Posso perfeitamente incluir irmãos que se encontram do nosso lado hoje, os quais são conhecidos de Deus.
    Mesmo os de Filadélfia possuem um risco, qual seja, o de alguém lhes tomar a coroa.
    Queridos, eu não estou numa posição de aconselhador, não. Na verdade eu luto para aliviar minhas próprias tensões conversando com quem possa me ouvir com paciência. Eu vos escrevo apenas para desabafar. Desconsiderem qualquer possibilidade de tom de crítica de minha parte. Eu não tenho conhecimento e profundidade suficientes para tornar minhas indagações mais objetivas. Tive que me esforçar muito na busca de palavras para externar uma linha de pensamento que me ocorre há muito tempo. Sei que o eixo da discussão se desalinha excessivamente no que estou escrevendo, mas o objetivo é expor a condição do meu espírito para que possam me ajudar.
    Em função da carência de comunhão, pelos motivos expostos anteriormente, eu conversei com um pastor próximo de minha casa e lhe perguntei se poderia freqüentar as reuniões de oração e assembléias sem me ligar a rol de membros e ele permitiu. Apesar de ouvir muita coisa controversa, há muitos corações em volta que amam a Deus e invocam o nome do Senhor.
    Apesar de tudo encontro-me seguro no Senhor, algo que independe de meus sentimentos.

    Paz,

    Alexander.

    Reply

  • Alexander

    |

    Eu me enganei! Temos que sair do arraial, pois as pressões da caixinha corrompem e segam mais rápido que ingerir ar!

    Quando se tem toda ou a maior parte da informações necessárias para fazer o que é correto, a única coisa que sobra é o querer. Esta é a base da apostasia!

    Reply

Leave a comment

Encontros

 Encontros, conferências e Reuniões*

Mande informações e convites dos encontros na sua cidade que publicaremos no site. Nosso e-mail é igreja@igrejanoslares.com.br

Links

 Novos sites e Blogs

 
Pão e Vinho: “é um trabalho cristão, independente e  investigativo, cujo objetivo é vasculhar nossas raízes e entender melhor o desenho original da Igreja arquitetada por nosso Senhor Jesus Cristo. Aprender nosso passado nos ajuda a entender nosso estado presente e, assim, discernir nosso futuro como Igreja”. O editor mora em Wasginton/DC.
Blog Igreja Orgânica: blog sobre temas diversos a respeito da vida da igreja. O editor é de Fortaleza/CE
Igreja em Santo Antônio do Monte/MG: blog sobre questões atuais do viver cristãos. É mantido por irmãos de Minas Gerais, da cidade de Santa Antônio do Monte.
Irmãos em Cristo em Itajaí/SC: somos um grupo de pessoas que amando a Deus e uns aos outros decidiu se reunir semanalmente na cidade de Itajaí-SC. Nossos encontros acontecem nas casas ou em outros ambientes informais. Primamos pela alegria e informalidade, aspectos próprios do viver comunitário e daquela expressão viva da igreja do primeiro século. Contato: igrejaorganica@gmail.com Telefone: (47) 9609-0366
Um Novo Odre: Realizamos reuniões nos lares como auxílio à prática da vida cristã, o mesmo costume observado nos cristãos primitivos antes dos templos instituídos pelo Imperador Constantino. Absorvidos pelo cristianismo, os templos de Constantino perpetuaram a ideia de templo como lugar obrigatório para a realização de reuniões cristãs. Porém, nossa proposta busca restaurar a dignidade da família – “célula-mãe” da sociedade – priorizando o trabalho de formação espiritual de “homens novos para um mundo novo” encontrado em Deus. E-mail de contato: simple.church.brazil@gmail.com

Rádio Adoradores Livres: rádio livre para irmãos livres

Livros

  Vivenciando uma Igreja Orgânica

  Foi recentemente lançado o livro VIVENCIADO UMA IGREJA ORGÂNICA, de Frank Viola, pela Editora Palavra. O livro não está listado em sites, sendo que a única forma de aquisição à distância é através do telefone da Editora (61 3213-6999, 61 3213-6858, e-mail: varejo@mwdistribuidora.com, site: https://palavravirtual.com/detalhes.php?id=178). Nesse livro, considerando que a igreja é um organismo vivo e não uma organização, Viola, com base em exemplos vividos na caminhada cristã, analisa desde a plantação da igreja, em relação à pessoa do obreiro, passando por uma seção de Perguntas & Respostas, passos práticos para começar a viver a vida da igreja, chegando até às questões do desenvolvimento de uma igreja, os estágios de crescimento, as “doenças” que podem ocorrer, até à conclusão A JORNADA À FRENTE.  Um excelente livro para quem quer viver ou já está vivendo a vida da igreja. Leia trechos de livros em: http://igrejanoslares.com.br/category/noticias/category/livros/ Veja lista de indicação de livros em: http://igrejanoslares.com.br/category/noticias/auxilio/livros/ Indique um livro para ser publicado neste espaço. Mande um e-mail para: igreja@igrejanoslares.com.br

Perguntas & Respostas

 Apesar de as igrejas nos lares serem livres institucionalmente falando, gostaria de saber se existe alguma associação, convenção, enfim, algo que reúna as idéias das igrejas nos lares visando troca de experiências? Agradeço, MÁRCIO (Clique aqui)