Às vezes fico pensando para que existe esse negócio de igreja?

Written by admin. Posted in Notícias

Jesus só falou duas vezes sobre esse assunto (duas vezes!), enquanto falou dezenas de vezes sobre amor ao próximo, saciar a sede do próximo, considerar o próximo, preocupar-se com o próximo, alimentar o próximo, temperar a vida do próximo, iluminar o próxímo, perdoar o próximo, não revidar insultos do próximo, não fazer coisas apenas para ser visto pelo próximo etc, enquanto Ele mesmo for o centro e a origem de tudo isso.

Talvez o que Jesus estivesse pensando acerca de igreja fosse algo semelhante a um hospital de clínicas, com diversas especialidades e onde os pacientes pudessem usufruir de todos os cuidados disponíveis. Cada um de nós então viveríamos às vezes como pacientes, às vezes como médicos assistentes, às vezes como enfermeiros, às vezes como o pessoal da limpeza ou da alimentação, às vezes recepcionistas, às vezes como tudo isso ao mesmo tempo. Então, cada um desempenhando bem o seu dom (especialidade) poderíamos suprir aos outros a mesma cura através da qual fomos sarados e assim o Corpo e a sociedade pudessem ser curados de tantas doenças e encontrar um pouco de paz e consolo nestes tempos difíceis. Um final de semana abençoado no ùnico que é Digno (leia Lucas 10:30-37)

Ninguém Pode Lançar Outro Fundamento

Written by admin. Posted in Igreja, Notícias

Qual o propósito de Deus? Que fique estabelecido de uma vez por todas que o propósito de Deus não é ter algo ancorado nesta terra, mesmo com o Seu nome sobre aquilo. Tudo que estiver preso a esta terra irá passar com a terra. O propósito de Deus é ter algo espiritual na vida de Seu povo; algo que os relacione a Seu Filho, de maneira crescente: o aumento de Cristo. O resto não interessa. Todos os aspectos temporários da obra são de muito pouca importância. O que importa é que os homens e mulheres estejam sendo aperfeiçoados em Cristo. Nós não estamos aqui para estabelecer algo e, então, tentar conseguir que homens e mulheres se unam a isto, se associem a algo, nem mesmo um ´testemunho´, como nós podemos chamá-lo. Vamos ser cuidadosos para que comecemos com o propósito correto. Não estamos aqui na terra para implantar um ensino e, então, tentar conseguir pessoas que aceitem esse ensino. Se você for para o Seu Novo Testamento, irá descobrir que as pessoas andavam juntas porque elas já estavam ligadas… Elas não vinham para se juntar. O testemunho não é algo ao qual você se une. Você é unido por estar no testemunho. Você entende isso? (Sparks, Fundamentos)

UM DIA FAZ DECLARAÇÃO A OUTRO DIA E UMA NOITE MOSTRA SABEDORIA A OUTRA NOITE (Sl 19:2)

Written by admin. Posted in Igreja, Notícias

Na Bíblia, os homens e gerações costumam ser comparados a lavouras. Cada geração então passaria por várias etapas. Primeiramente ela é semeada, enterrada no solo e “aparentemente” morre, produzindo uma nova vida do seu interior. Essa vida, em contato com o calor, frio, umidade e a terra se desenvolve. Na plenitude dessa vida, surge então a glória da vida vegetal: ela produz uma nova semente.

Um sábio agricultor então procura as melhores sementes e as separa. Essas não serão consumidas ou vendidas. Elas serão novamente plantadas para que a nova “safra” tenha em si um DNA melhor. Assim, espera-se que a cada nova safra, haja mais resistência às prágas e às intempéries.

Semelhantemente, cada nova geração de cristãos deveria produzir uma geração mais forte, mais determinada e que amasse mais a Deus que a geração anterior (1 Jo 2:14). Esse é o curso normal da vida. Se isso não está acontecendo, certamente vários “grãos” estão se perdendo no caminho ou não estão “caindo na terra” para morrer e produzir os devidos frutos… ou ainda a nova geração pode não ter entendido que não irá herdar a intimidade que seus pais tiveram – eles precisaram lutar e cultivar suas próprias experiências com Deus. As novas gerações precisam de ensino, precisam aprender a lutar contra a religiosidade, precisam entender o que é o mundo e como ele funciona… mas esse ensino e treinamento nunca poderá substituir suas próprias experiências com Deus.

“Aqui está uma coisa que pura que tem sido trabalhada dentro de poucas vidas e, devido a este fato, eles estão juntos numa maravilhosa união e aí eles expressam algo de Deus; mas então outros começam a se juntar e unindo-se aceitam o ensino da geração anterior, mas a obra de Deus não foi realizada no interior dessas pessoas ou de seus sucessores – eles apenas têm uma transmissão de um ensino, de uma tradição, sem nenhuma obra interior. O que acontece? Não demora muito e vem a divisão e a divisão é interminável. Mas você não consegue dividir aquilo que é de Cristo em cada coração; isso é indestrutível…

O fundamento é Jesus Cristo; e Jesus Cristo no coração, crescendo, se desenvolvendo, sendo completamente formado nos santos. Essa é uma linha indestrutível: Cristo como o fundamento dentro de nós” (Sparks, Fundamentos)

A Restauração da Vontade

Written by admin. Posted in Notícias, Vida Cristã

Nada disponhais para a carne… A carne é uma das coisas mais traiçoeiras que existe. Ela realmente parece ser um ser autônomo que procura sobreviver à realidade da cruz a todo custo. Às vezes parece morta ou até inexistente, mas quando men
os se espera, ela surge de novo, nos desafiando e exibindo toda sua vitalidade mórbida. Fiquei então pensando: – de onde a carne tira tanta força? Foi então que me deparei com Rm 13:14. A carne está morta mediante a cruz. A sua sentença é certa. Nada poderá mudar o destino dela. Do ponto de vista da eternidade, não temos problemas com a carne – na realidade, não há nenhum problema que não tenho sido resolvido pela cruz. Mas Paulo parece ter visto algo que poderia conceder uma sobrevida para a carne, algo que poderia alimentá-la ou dar-lhe um pouco de fôlego: o velho homem (Cl 3:9, Rm 6:6 e Ef 4:22). O velho homem é a nossa pessoa que vive alheia à vida de Deus. O velho homem é como um mordomo que só sabe fazer uma coisa: trazer o suprimento para a carne. Ele não pode ver nada que já procura um jeito de alimentar a carne. Quando Ele nota que algo é agradável à vista ou reconfortante para o ego, rapidamente toma essa coisa, envolve em embrulhos especiais e serve de bandeira para a carne. A carne se alimente especialmente do pecado, mas ela vai sempre precisar da ajuda do Velho Homem, do mordomo. É importante saber que o Velho Homem foi crucificado com Cristo, mas é importante também saber como ele foi formado, como ele criou seus vícios. Existe o Velho Homem coletivo, formado por todos os seres humanos não regenerados de todas as épocas, chamado PRIMEIRO ADÃO (primeira humanidade), mas também existe a parte do velho homem que vive em mim. Ele herdou de meus antepassados todas a velha vida; ele aprendeu do mundo e da minha geração seus velhos conceitos; ele absorveu a velha cultura e aprendeu a escapar de tudo o que pudesse colocá-lo em risco; ele aprendeu a criar mil disfarces; aprendeu a ser educado e dissimulado – enfim, aprendeu a sobreviver em um mundo onde só os melhores, mais inteligentes e mais rápidos “velhos-homens” vencem – ele aprendeu a viver de acordo com essas velhas leis. Um dia, o meu velho homem específico descobriu que sua carreira nesta terra havia chegado ao fim. Ele se viu diante da cruz e na cruz. Com sua morte, ocorrida há muitos anos atrás, algo novo nasceu: o novo homem, o qual também possui sua faceta coletiva e individual. Esse novo homem herdou a nova vida, o novo DNA e passou a viver em uma nova cultura, baseado em novos princípios e novos hábitos. Essa nova vida estimula e move o novo homem em mim. Entre o velho homem e o novo homem, há uma ponte, há algo que permite que o ser humano posso escolher onde estar, onde viver e com quem compartilhar sua vida e viver. Esse algo é a vontade humana. A vontade humana pode determinar-se e escolher tanto viver no velho homem, como determinar-se e escolher viver no novo homem. Tudo irá depender das nossas escolhas. Se escolhermos viver no Velho Homem, ele irá prontamente alimentar a carne e com isso, toda a obra da cruz parecerá algo muito distante da nossa realidade. Mas, se nossa vontade é tão importante, então deveria ser igualmente importante entendemos nosso processo de escolha, as opções a serem escolhidas e o resultado de nossas escolhas. Nesse ponto, vejo que estão concentradas todas as forças do inferno, as quais chegam ao ponto de criar um universo fictício a fim de encobrir a verdadeira realidade e assim confundir nossas escolhas. Por outro lado, nossos sentimentos também podem embaçar nossa capacidade de escolha. Além disso, pessoas que são naturalmente fracas em escolher, indecisas, acomodadas ou conformadas, estariam muito mais propensas a fazerem péssimas escolhas. Que fazer diante de um cenário tão complexo e tão tenebroso? Temos um Senhor! Aleluia, não estamos sós. Podemos ir ao nosso pastor e escolhê-Lo. Também podemos usar do que restou em nossas forças para escolher orar, escolher cantar, escolher ler a Bíblia, escolher visitar os irmãos, escolher ajudar ao próximo, escolher a vida. Nossa vontade precisa urgentemente de uma fisioterapia espiritual, precisa novamente aprender a fazer as melhores escolhas. Nossa vontade precisa acorda do sono (Rm 13:11). Se esse sono se tornou um pesadelo de onde você não consegue acorda, peça ajuda, grite por socorro, grite ao Senhor, grite aos irmãos, mas grite – por que sua voz será ouvida! (Ef 5:14). Livrar-se de vícios e criar novos hábitos não é fácil. É um processo bem demorado e exige diligência, paciência, determinação e disciplina. São coisas muito raras em nossa sociedade permissiva e centrada na satisfação do homem (i.e., do velho homem). Somente um ato de escolha nosso poderá romper esse ciclo vicioso. Se você não tiver forças, peça a ajuda, mas saiba que é você quem terá de fazer as escolhas. De qualquer forma, comece escolhendo de novo, fazendo novas escolhas. Amado, gostaria de deixar uma mensagem para você, a mesma que Deus vem falando comigo: – escolha, escolha, escolha e continue escolhendo – só assim sua vontade poderá ser restaurada e o processo de migração do novo homem para o velho homem poderá ser realizado e a carne vai permanecer no seu lugar, na cruz.

Novo site

Written by admin. Posted in Notícias

Esse é nosso novo site. O sistema é novo e é possível que tenhamos perdido algum conteúdo durante a migração. Se huver qualquer problema no site, por favor entre em contato.

Encontros

 Encontros, conferências e Reuniões*

Mande informações e convites dos encontros na sua cidade que publicaremos no site. Nosso e-mail é igreja@igrejanoslares.com.br

Links

 Novos sites e Blogs

 
Pão e Vinho: “é um trabalho cristão, independente e  investigativo, cujo objetivo é vasculhar nossas raízes e entender melhor o desenho original da Igreja arquitetada por nosso Senhor Jesus Cristo. Aprender nosso passado nos ajuda a entender nosso estado presente e, assim, discernir nosso futuro como Igreja”. O editor mora em Wasginton/DC.
Blog Igreja Orgânica: blog sobre temas diversos a respeito da vida da igreja. O editor é de Fortaleza/CE
Igreja em Santo Antônio do Monte/MG: blog sobre questões atuais do viver cristãos. É mantido por irmãos de Minas Gerais, da cidade de Santa Antônio do Monte.
Irmãos em Cristo em Itajaí/SC: somos um grupo de pessoas que amando a Deus e uns aos outros decidiu se reunir semanalmente na cidade de Itajaí-SC. Nossos encontros acontecem nas casas ou em outros ambientes informais. Primamos pela alegria e informalidade, aspectos próprios do viver comunitário e daquela expressão viva da igreja do primeiro século. Contato: igrejaorganica@gmail.com Telefone: (47) 9609-0366
Um Novo Odre: Realizamos reuniões nos lares como auxílio à prática da vida cristã, o mesmo costume observado nos cristãos primitivos antes dos templos instituídos pelo Imperador Constantino. Absorvidos pelo cristianismo, os templos de Constantino perpetuaram a ideia de templo como lugar obrigatório para a realização de reuniões cristãs. Porém, nossa proposta busca restaurar a dignidade da família – “célula-mãe” da sociedade – priorizando o trabalho de formação espiritual de “homens novos para um mundo novo” encontrado em Deus. E-mail de contato: simple.church.brazil@gmail.com

Rádio Adoradores Livres: rádio livre para irmãos livres

Livros

  Vivenciando uma Igreja Orgânica

  Foi recentemente lançado o livro VIVENCIADO UMA IGREJA ORGÂNICA, de Frank Viola, pela Editora Palavra. O livro não está listado em sites, sendo que a única forma de aquisição à distância é através do telefone da Editora (61 3213-6999, 61 3213-6858, e-mail: varejo@mwdistribuidora.com, site: https://palavravirtual.com/detalhes.php?id=178). Nesse livro, considerando que a igreja é um organismo vivo e não uma organização, Viola, com base em exemplos vividos na caminhada cristã, analisa desde a plantação da igreja, em relação à pessoa do obreiro, passando por uma seção de Perguntas & Respostas, passos práticos para começar a viver a vida da igreja, chegando até às questões do desenvolvimento de uma igreja, os estágios de crescimento, as “doenças” que podem ocorrer, até à conclusão A JORNADA À FRENTE.  Um excelente livro para quem quer viver ou já está vivendo a vida da igreja. Leia trechos de livros em: http://igrejanoslares.com.br/category/noticias/category/livros/ Veja lista de indicação de livros em: http://igrejanoslares.com.br/category/noticias/auxilio/livros/ Indique um livro para ser publicado neste espaço. Mande um e-mail para: igreja@igrejanoslares.com.br

Perguntas & Respostas

 Apesar de as igrejas nos lares serem livres institucionalmente falando, gostaria de saber se existe alguma associação, convenção, enfim, algo que reúna as idéias das igrejas nos lares visando troca de experiências? Agradeço, MÁRCIO (Clique aqui)