Archive for agosto, 2013

Novos e Velhos

Written by admin. Posted in Notícias

novos e velhos Há boas organizações e estruturas; há organizações e estruturas deficientes e há organizações e estruturas muito ruins… Uma organização ou estrutura é dirigidas por homens e expressará inevitavelmente suas falhas e virtudes… Há algumas organizações e estruturas ligadas a igrejas e dirigidas por cristãos para fins também cristãos. Há algumas organizações ou estruturas que até são chamadas de igreja, mas, de fato e isso todo leitor da Bíblia necessita concordar, igreja são pessoas e não estruturas organizacionais. As estruturas, contudo, podem servir à igreja, tornando-se um meio para a pregação do evangelho, uma forma de alcançar os mais necessitados, um meio para prover saúde e educação de qualidade. A história é testemunha da utilidade de boas organizações. Entretanto, nunca (e nunca mesmo), as estruturas organizacionais ligadas à igreja deveriam se tornam um fim em si mesma, abandonando sua condição primordial de meio, de instrumento apenas, aliás, como todos nós que queremos ser instrumentos nas mãos de Deus. Quando isso ocorre, quando uma organização passa a ser mais importante que os filhos de Deus que dela se utilizam, quando uma organização começa a dispensar (ou até perseguir) os filhos de Deus por questões de mera opinião ou ponto de vista, então situações conflitantes começam a surgir, o foco inicial geralmente se perde e, conforme consta na parábola do grão de mostarda (Mt 13:31), a árvore cresce demais e muitas aves começam a encontrar ninhos nela… aves com boas intenções e aves com más intenções. Por esse e muitos outros motivos, muitos filhos de Deus tem se afastado de organizações “geneticamente modificadas” e iniciado pequenos grupos cristãos, também denominados igrejas orgânicas ou igrejas caseiras ou simplesmente igrejas…

Como em toda caminhada, a trajetória dos filhos de Deus que abandonam os vínculos com as organizações e estruturas também é composta de várias etapas ou, digamos, estações, paradas ou fases. Nesse processo, houve no passado uma tendência de desconstruir estruturas religiosas que não funcionavam ou funcionavam de forma muito deficiente. Essa tendência se expressava através de abandono de grupos, comentários depreciativos, críticas veladas e artigos na Internet e comentários em redes sociais… Já presenciamos até troca de acusações e ameaças que nem entre os incrédulos costuma se ver.

O tempo passou, a fase de empolgação dos grupos orgânicos chegou ao fim e alguns então se perguntaram: a final de contas, onde está o Reino?

Dizer o que está errado, qualquer pessoa de bom senso pode fazer. Explicar por que está errado, alguns bons observadores podem fazer; mas apresentar o Reino de Deus, quem pode fazer? Acho que muitos grupos caseiros e orgânicos estão nessa fase: sabemos o que não é, mas e o que é? Jogar fora algo sem colocar nada no lugar pode ser muito perigoso, por isso os filhos de Deus deveriam andar mediante uma revelação do Pai e não procurando desconstruir ou construir novos modelos que, na realidade, são apenas velhos modelos retocados…

Deus está fazendo algo muito grande nesta terra – ele está preparando uma noiva para o Seu filho. Particularmente não sei onde está essa noiva ou quem são, apesar de ter algumas boas desconfianças, mas uma coisa eu sei: os orgulhosos, os analistas, os presunçosos, os maliciosos, os arrogantes, os de coração duro, os que acham que são os melhores ou mais iluminados, aqueles que desprezam os irmãos e os que não amam o próximo, esses com certeza absoluta não fazem parte da noiva!

Nesse mar de dúvidas que transbordam no caminho menos trilhado da liberdade, há contudo, algumas poucas certezas além das claramente descritas no Palavra de Deus. Gostaria de abordar apenas duas delas neste post, contando com a cooperação dos irmãos através de comentários:

1) O viver da igreja e as reuniões da igreja não se confudem: o viver da igreja é orgânico, não organizável, não apropriável, não sistematizável, impossível de ser copiado e colado. A vida da igreja são amigos e irmãos que apreciam estar juntos. Um exemplo de vida da igreja esta retratado em At 2:42 e 4:32; a reunião da igreja, por outro lado, é um momento em que aqueles que vivem a igreja são chamados pelo Espírito, em dias e horários determinados, para exercerem seus dons e trazerem uma porção do reino para esta terra. Reuniões da igreja está retratadas em At 12:5; 14:27 e 1 Co 14:4, 24-26. Quando a igreja está reunida (podem ser dois ou três irmãos), tanto pode haver um viver da igreja, quanto uma reunião da igreja – dependendo do propósito pelo qual estão reunidos. Se estão juntos apenas para apreciarem a companhia uns dos outros, haverá a vida da igreja; se estão reunidos para um fim determinado (oração, ensino, libertação, cura, profecia, intercessão), então haverá reunião da igreja. É claro que somente poderá haver uma reunião da igreja se há previamente uma vida da igreja. Acredito que o fracasso momentâneo de algumas igrejas orgânicas se deve à confusão entre esses dois momentos… ou se vivia a vida da igreja, mas sem reuniões da igreja; ou havia apenas reuniões da igreja, sem a vida da igreja. A vida da igreja produz as reuniões da igreja, e as reuniões são para a vida da igreja; uma não tem horário, nem lugar, nem situação, nem motivo, nem tópico: a vida da igreja; outra tem horário, tem lugar, tem situação, tem motivo e às vezes até tópico: são as reuniões da igreja.

2) uma igreja como uma família funcional possui (ou deveria possuir) recém-nascidos, crianças, jovens, irmãos maduros e anciãos. Todas as faixas etárias “espirituais” necessitam da vida da igreja, mas os recém-nascidos, as crianças e os jovens, necessitam de reuniões da igreja, isto é, necessitam de um cuidado mais próximo, talvez com dias marcados, com horários, com objetivos claros. Por quê? Porque os mais jovens ainda estão aprendendo a viver no espírito, a seguir a orientação de Deus no seu espírito. Eles necessitam de instrução nas Escrituras; eles precisaram tirar suas dúvidas e ser inteirados no caminho do Reino de Deus. Eles precisam entender que a velha vida do velho homem passou e se ainda há algo a ser abandonado ou tratado, não se deve protelar. Eles precisam conhecer e apreciar a herança da igreja que é a herança deles mesmos, isto é, as promessas, alianças e revelações que Deus dispensou ao seu povo durante milênios. Eles precisam de modelos (1 Tm 4:12; 1 Co 11:1; Ef 5:1; Fp 3:17; Hb 6:12). Ocorre que nosso tempo é limitado. Se você mora em uma cidade grande então possivelmente seu tempo será mais escasso ainda e, por isso, você deverá fazer algumas escolhas: com quem vou “investir” meu tempo? Se você me permite opinar, acredito que seja mais útil gastar nosso tempo com os mais novos ou, mais precisamente, com os que não ouviram ainda o Evangelho do Reino. Talvez para esses, seja necessário reservar dias e horários e buscar diante de Deus orientação para prover alimentação espiritual de qualidade, segundo a necessidade dos que ouvem. Em relação aos irmãos mais maduros, podemos (acho que devemos) nos encontrar ocasionalmente para trocar impressões, orar e nos encorajar mutuamente, mas para os mais novos, há necessidade de tempo, dedicação e até mesmo uma certa rotina, até que estejam aptos a ouvir o Senhor, discernir o falar de Deus no seus espíritos e assim poderem caminhar na liberdade, carregando adiante a tocha do Evangelho. Mas em relação aos irmãos mais velhos, seria necessário marcar dias e horários para reuniões? Dizem que “depende” é sempre a resposta mais inteligente – mas nesse caso – creio que se aplica. Depende. Reunir com horários marcados seria para uma reunião da igreja. Se é para reunião da igreja, qual o objetivo? Orar? Ajudar os irmãos no apascentamento dos novos? Compartilhar de uma palavra de orientação ou advertência? Uma revelação? “Que fazer pois irmãos quando vos reunis?” (1 Co 14:26) Bem, se não há um objetivo na reunião marcada com os mais velhos, talvez seja melhor investir nosso tempo com os mais novos ou na pregação do Evangelho. Repito: não estou falando sobre a vida da igreja, mas sobre as reuniões da igreja. As reuniões e a vida da igreja são para todos, mas as reuniões da igreja precisam ter foco, tanto em relação aos novos como em relação aos mais velhos.

É muito bom nos encontrarmos com os irmãos mais maduros; podemos falar sobre muitos assuntos; podemos até discutir; podemos nos abrir e pedir ajuda; podemos confessar pecados que poderiam até ser tropeço para os mais novos… mas, se não atentarmos para os mais novos, talvez os encontros entre os mais velhos acabem se tornando grupos de discussões teológicas, igrejas estéreis, assembleias tristes, clubes de intelectuais em processo de degeneração. Isso é um perigo muito sério e real!

Isso não significa em hipótese alguma que devamos abandonar os encontros com os mais velhos, caso contrário perderemos uma rica parte da vida da igreja e uma parte da nossa herança nos santos; mas precisamos buscar diante de Deus discernimento quanto ao uso adequado do nosso escasso tempo. Precisamos buscar um ponto de equilíbrio, onde os novos sejam alimentados e os mais velhos possam ser encorajados; onde os mais novos aprendam a ouvir o Senhor; e os mais velhos não deixem de ouvi-Lo; onde jovens e mais velhos se juntem para celebrar o milagre da vida com Deus – pais se convertendo aos filhos e filhos de convertendo aos pais. Que o Senhor tenha misericórdia de nós e nos encaminhe para o ponto de equilíbrio nEle.

Encontros

 Encontros, conferências e Reuniões*

Mande informações e convites dos encontros na sua cidade que publicaremos no site. Nosso e-mail é igreja@igrejanoslares.com.br

Links

 Novos sites e Blogs

 
Pão e Vinho: “é um trabalho cristão, independente e  investigativo, cujo objetivo é vasculhar nossas raízes e entender melhor o desenho original da Igreja arquitetada por nosso Senhor Jesus Cristo. Aprender nosso passado nos ajuda a entender nosso estado presente e, assim, discernir nosso futuro como Igreja”. O editor mora em Wasginton/DC.
Blog Igreja Orgânica: blog sobre temas diversos a respeito da vida da igreja. O editor é de Fortaleza/CE
Igreja em Santo Antônio do Monte/MG: blog sobre questões atuais do viver cristãos. É mantido por irmãos de Minas Gerais, da cidade de Santa Antônio do Monte.
Irmãos em Cristo em Itajaí/SC: somos um grupo de pessoas que amando a Deus e uns aos outros decidiu se reunir semanalmente na cidade de Itajaí-SC. Nossos encontros acontecem nas casas ou em outros ambientes informais. Primamos pela alegria e informalidade, aspectos próprios do viver comunitário e daquela expressão viva da igreja do primeiro século. Contato: igrejaorganica@gmail.com Telefone: (47) 9609-0366
Um Novo Odre: Realizamos reuniões nos lares como auxílio à prática da vida cristã, o mesmo costume observado nos cristãos primitivos antes dos templos instituídos pelo Imperador Constantino. Absorvidos pelo cristianismo, os templos de Constantino perpetuaram a ideia de templo como lugar obrigatório para a realização de reuniões cristãs. Porém, nossa proposta busca restaurar a dignidade da família – “célula-mãe” da sociedade – priorizando o trabalho de formação espiritual de “homens novos para um mundo novo” encontrado em Deus. E-mail de contato: simple.church.brazil@gmail.com

Rádio Adoradores Livres: rádio livre para irmãos livres

Livros

  Vivenciando uma Igreja Orgânica

  Foi recentemente lançado o livro VIVENCIADO UMA IGREJA ORGÂNICA, de Frank Viola, pela Editora Palavra. O livro não está listado em sites, sendo que a única forma de aquisição à distância é através do telefone da Editora (61 3213-6999, 61 3213-6858, e-mail: varejo@mwdistribuidora.com, site: https://palavravirtual.com/detalhes.php?id=178). Nesse livro, considerando que a igreja é um organismo vivo e não uma organização, Viola, com base em exemplos vividos na caminhada cristã, analisa desde a plantação da igreja, em relação à pessoa do obreiro, passando por uma seção de Perguntas & Respostas, passos práticos para começar a viver a vida da igreja, chegando até às questões do desenvolvimento de uma igreja, os estágios de crescimento, as “doenças” que podem ocorrer, até à conclusão A JORNADA À FRENTE.  Um excelente livro para quem quer viver ou já está vivendo a vida da igreja. Leia trechos de livros em: http://igrejanoslares.com.br/category/noticias/category/livros/ Veja lista de indicação de livros em: http://igrejanoslares.com.br/category/noticias/auxilio/livros/ Indique um livro para ser publicado neste espaço. Mande um e-mail para: igreja@igrejanoslares.com.br

Perguntas & Respostas

 Apesar de as igrejas nos lares serem livres institucionalmente falando, gostaria de saber se existe alguma associação, convenção, enfim, algo que reúna as idéias das igrejas nos lares visando troca de experiências? Agradeço, MÁRCIO (Clique aqui)